Dissertação de Mestrado

Na elaboração de uma dissertação de mestrado, muitos são os obstáculos enfrentados, além dos estruturais e metodológicos. O mestrando, exaurido do seu esforço intelectual, ainda tem que enfrentar - muitas vezes sob pressão de limites de prazos de apresentação - normas documentais; geralmente dispersas, desatualizadas e difíceis de localizar. Sentem-se perdidos no emaranhado de tantas normas e práticas diferenciadas. Por outro lado, as próprias bibliotecas nem sempre possuem, nos seus acervos, um conjunto completo e atualizado das normas da ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas.

É um estudo teórico de natureza reflexiva, que consiste na ordenação de idéias sobre um determinado tema. A característica básica da dissertação é o cunho reflexivo-teórico. Dissertar é debater. Discutir. Questionar. Expressar o nosso ponto de vista, qualquer que seja. Desenvolver um raciocínio, desenvolver argumentos que fundamentem nossa posição. Polemizar, inclusive, com opiniões e com argumentos contrários aos nossos. Estabelecer relações de causa e conseqüência. Dar exemplos. Tirar conclusões. Apresentar um texto com organização lógica de nossas idéias.

A base de uma dissertação é a fundamentação de seu ponto de vista, sua opinião sobre o assunto. Para tanto, deve-se atentar para as relações de causa-conseqüência e pontos favoráveis e desfavoráveis, muito usadas nesse processo. Geralmente é feita em final de curso de pós-graduação, stricto sensu em nível de mestrado, com a finalidade de treinar os estudantes no domínio do assunto abordado e como forma de iniciação à pesquisa mais ampla.

Na Monografia (dissertação) para a obtenção do grau de mestre, além da revisão da literatura, é preciso dominar o conhecimento do método de pesquisa e informar a metodologia utilizada na pesquisa.

Dissertação científica ou simplesmente exercitação é o trabalho feito nos moldes da tese com a peculiaridade de ser ainda uma tese inicial ou em miniatura. A dissertação tem ainda finalidade didática, uma vez que constitui o grande treinamento para a tese propriamente dita.

A dissertação consiste na explanação ou discussão de conceitos ou idéias. Pode ser expositiva ou argumentativa.

Na dissertação expositiva, o autor apresenta uma idéia, uma doutrina e expõe o que ele ou outros pensam sobre o tema ou assunto. Geralmente ele faz a amplificação da idéia central, demonstrando sua natureza, antecedentes, causas próximas ou remotas, conseqüências ou exemplos. Na dissertação argumentativa, quer provar a veracidade ou falsidade de idéias. Pretende convencer o leitor ou ouvinte, dirigi-se à sua inteligência através de argumentos, de provas evidentes, de testemunhas.

Se a dissertação é objetiva, o tratamento dado ao texto é impessoal, com argumentação lógica partindo de elementos gerais e indo para os particulares. Na dissertação subjetiva, o autor dirige-se não só à inteligência mas também, de modo pessoal, aos sentimentos de quem ele pretende convencer. Além da emoção, às vezes há ironia, sarcasmo, ridículo. São partes importantes da dissertação: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Telefones .: + 55 (11) 3717-3358 / (19) 3119-7611 / (21) 3521-8979 / (31) 3231-5800 / (61) 3717-1286 / (41) 3941-4820 / (51) 3251-4430
E-Mail .: duvidas@monografiasprontas.com.br / E-Mail .: info@monografiasprontas.com.br
Msn .: escrevendo@globo.com / Skype .: monografiasprontas.com.br

Aviso Legal   |   Troca de links   |   Mapa do Site

© 2003 / 2008 - www.monografiasprontas.com.br - Todos os direitos reservados